voltar à homepage do site
separadorseparadorseparadorseparadorseparador
 

Início  |  Fimseparador< anterior - Pag.23 / 23 - próxima >separadorir para a pag. 


  • Década de 50
  • TELEVISÃO: uma história com muitos protagonistas
  • pag.23

O facto do digital pôr, no lugar de um único canal (analógico) muitos outros (digitais) é, em substância, uma “revolução” total nos sistemas, uma certeza de que, neles, poucas coisas ficarão como antes. Refere-se, com ênfase, que “a Televisão Digital vai certamente desempenhar um papel fundamental na caminhada para a Sociedade de Informação: pelo facto da Televisão ser por excelência o verdadeiro produto de massas, existir em todos os lares, e pelo facto do digital ir permitir um conjunto de novas funcionalidades que irão tornar o espectador (habitualmente passivo, excluindo obviamente o fenómeno do zapping) em personagem activa, e esperemos, consciente.”14

Com efeito, estamos frente a uma tecnologia geradora de possibilidades imensas: mais canais na mesma largura de banda devido aos sistemas de compressão e serviços avançados como o “pay-per-view”, o “video-on-demand”, o “near-video-on-demand” – o que quer dizer uma nova TV a caminho de uma nova especialização, com canais temáticos e específicos. É pois de serviços interactivos que se fala e, também, das suas perspectivas na distribuição pelo cabo ou pelo satélite, mantendo-se atentos os operadores de telecomunicações, que, se aí investiram, natural é que aí procurem a máxima rendibilidade. A TV interactiva combina a Televisão com a internet para gerar conteúdos interactivos que funcionam de modo síncrono, sendo que pela sua prática se chega a um aumento da interacção do espectador, não apenas com a emissão mas, também, com acessibilidades a outras funcionalidades, como comércio electrónico, internet, e programação a pedido. As áreas da proximidade entre a WWW (World Wide Web) e a Televisão são cada vez mais amplas e comuns, começando a determinar um conjunto de progressos tecnológicos que se prefiguram interessantes, sob vários aspectos. A entrada em cena da internet, pela mão da informática, tem originado transformações e procedimentos com valor contributivo, de que são muito bom exemplo os serviços multimédia. Não tardará muito até que a TV de alta definição pela internet e, inevitavelmente, pelo telemóvel, se instale no nosso quotidiano. No primeiro caso, a IPTV (Internet Protocol Television) está já, imparável, no mercado, estimando-se que bastarão 2 anos para que 20 milhões de lares em todo o Mundo sejam subscritores do serviço alargado que esta nova tecnologia proporciona, graças à banda larga ADSL, que a suporta, e que, além de voz e dados poderá transportar centenas de canais de TV. No caso da TVmovél (Mobile TV) os utilizadores poderão ver Televisão através dos respectivos telemóveis: os programas que queiram, quando queriam e onde queiram. A TV digital terrestre aplicada às redes moveis – e após conversões de tecnologias por vezes bastante antagónicas – possibilitarão isso mesmo e é de admitir que o pequeno (pequeníssimo) ecrã de bolso se torne uma janela de abertura fácil para o Mundo.

É constante o fervilhar de sucessos que vamos experimentando ou de que apenas tomamos consciência tão rapidamente quanto nos deixam, com olhar que tenta ser perscrutador mas que, afinal, só assenta numa linha de futuro imprevisível. Conviver com o leque de aplicações que já emanam de cenário riquíssimo (das áreas do lazer às da mais densa investigação cientifica) põe, como é natural, os seus problemas. Mas é de desafios que o Homem gosta e ele aí está para os enfrentar, mesmo agora, na viragem recente do século, mas, certamente, com mais, e revigorada capacidade para os entender e realizar nos anos que estão pela frente.

menu de artigos

14 Paulo Neves, “A Televisão Digital como caminho para a Sociedade de Informação”, Expresso – Dossiers Especiais: a Televisão Digital, 14 de Outubro de 2000, no termo do “Seminário Digital” organizado pela APDC - Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações.
diminuir letra aumentar letra Imprimir Enviar

< anterior | próxima >

Footer