voltar à homepage do site
separadorseparadorseparadorseparadorseparador
 

Início  |  Fimseparador< anterior - Pag.1 / 27 - próxima >separadorir para a pag. 


  • Década de 00
  • Entretanto...muita determinação na conquista de objectivos
  • Pag1

Muita coisa passara a ser diferente depois desse último dia do mês de Março de 2004. Mesmo o observador menos atento não podia manter-se alheio à sucessão de acontecimentos registados e que marcaram, de forma indelével a vida da RTP e o panorama do audiovisual português. Mas há que regressar atrás para melhor inserir, em contexto global, a acção desenvolvida pelo Conselho de Administração presidido por Almerindo Marques, que anteriormente se analisou, dando-se reconhecimento devido a projectos que concretizou, aos objectivos para que continua a apontar e ao encontro que tem marcado com a Televisão do futuro.

Estamos, pois, em 2002 e vemos como a área da Informação da RTP se mostrou particularmente activa com a cobertura das eleições de 17 de Março. Foi montado um esquema de trabalho que também fez apelo às novas disponibilidades tecnológicas, desde logo visíveis na movimentação gráfica de suporte, com mais animação e fácil leitura. Pela primeira vez uma estação portuguesa de TV deu cobertura “on-line”, total, a um acto eleitoral e isso foi outra demonstração (de que se encarregou a área de Multimédia) das possibilidades que já havia de informar por via de plataformas avançadas. Um outro factor de interesse na noite das eleições na RTP 1 nada tinha a ver com mecânicas mas sim com homens: a dupla José Rodrigues dos Santos - José Alberto Carvalho, que ainda não tinha sido “experimentada” em antena (e sabe-se como cada um deles já então era figura admirada pelos espectadores da TV pública) resultou numa parceria que desenvolveu trabalho consistente e esclarecedor, a que também correspondeu Judite de Sousa, outra presença muito estimada da Informação televisiva. Coube-lhe, aliás e como era da tradição, o sinal de partida para o confronto eleitoral, moderando um debate com os principais candidatos. Cinco dias depois, já integrada na equipa que comandava as operações, Judite de Sousa teve ocasião de questionar o painel de convidados sobre a marcha da votação, que Rodrigues dos Santos e Alberto Carvalho iam acompanhando, lançando os nomes e os números à medida que eles se confirmavam. O plano operacional exterior (ligações às sedes de campanha, às Delegações Regionais da RTP, a pontos de reportagem de rua quando foi conhecido o partido vencedor) funcionou com normalidade, sob supervisão do editor de política nacional, Vítor Gonçalves.

menu de artigos

"Legislativas/2002" - cobertura integral com enorme mobilização de meios técnicos e humanos

José Alberto Carvalho na condução da emissão "Legislativas/2000"

Painel de comentadores, atento à marcha dos resultados das "Legislativas/2002". Como moderadora, esteve Judite de Sousa


diminuir letra aumentar letra Imprimir Enviar

< anterior | próxima >

Footer