voltar à homepage do site
separadorseparadorseparadorseparadorseparador
 

Início  |  Fimseparador< anterior - Pag.28 / 47 - próxima >separadorir para a pag. 


  • Década de 60
  • RTP aos 10 Anos
  • pag28

As visitas do Presidente da República a Angola e S. Tomé, em 1963 (Setembro/Outubro) e Moçambique e Príncipe, em 1964 (Julho/Agosto) foram cobertas por equipas de enviados especiais da RTP, que asseguraram reportagens filmadas com dezenas de horas de projecção em antena (edições normais e especiais do Telejornal). Vasco Hogan Teves chefiou qualquer das equipas, que estiveram assim constituídas: Navarro de Andrade (redactor), Serras Fernandes e Artur Moura (operadores de imagem), Palmeiro Rocha (operador de som) e Manuel Amorim (assistente) – para a de Angola; e Neves da Costa (redactor), Pozal Domingues, José Manuel Tudela e João Terramoto (operadores de imagem), Palmeiro Rocha (operador de som) e Armindo Mendes (assistente) – para as de Moçambique. No Lumiar, na retaguarda das reportagens, coordenando-as para emissão, estiveram Horácio Caio, Adriano Cerqueira (entretanto promovido a redactor) e José Mensurado. E, bem atento, aprendendo as “primeiras letras” da comunicação televisiva, interessando-se pela montagem das imagens que vinham de longe e dando já uma ajuda no preparo dos textos, um jovem assistente de Redacção, João Aguiar de seu nome, que, mais tarde, trocaria a RTP por um curso de comunicação social na Bélgica, se fez jornalista mas, principalmente, o que hoje é – um dos grandes escritores de língua portuguesa.

1963 foi um ano de acontecimentos para lembrar, quer no plano nacional, quer no internacional, detendo-se a RTP sobre eles com as capacidades técnicas de que podia dispor. Foi o ano em que desabou a cobertura da estação do Cais do Sodré (Maio) causando dezenas de vítimas; foi a ano da morte do Papa João XXIII e da eleição de Paulo VI (Junho) e do assassinato do Presidente Kennedy (Novembro). Quando, em Dallas, se consumou o crime, estava a RTP “no ar” e foi possível dar a notícia praticamente sobre a hora, em edição especial do Telejornal, complementada com uma extensa biografia que, por acaso, ainda estava na Redacção à espera de oportunidade para ser devolvida à Embaixada dos Estados Unidos. Diz-se que o prof. dr. Oliveira Salazar seguiu, crê-se que acidentalmente, essa emissão. Daí, talvez, a razão porque “quando lhe quiseram explicar como Kennedy tinha sido assassinado, recusou-se e argumentou: ‘Não vale a pena. A Televisão ensina como se faz’.”36 À noite, na sua primeira edição, o Telejornal voltou naturalmente ao assunto. O responsável pela edição era Fernando Lopes que “emocionado com o acontecimento, fez uma peça ‘de romantismo exaltado’ o que, além de desagradar, fez remexer os ‘ultras’ do regime então com um alvo preferencial chamado Manuel Figueira. ‘Como o Figueirase aproximara politicamente do Marcello Caetano e era muito próximo de Craveiro Lopes, os ‘ultras’ não desperdiçaram a oportunidade de o demitir’, diz Fernando Lopes.”37 Um entendimento com núcleos afectos ao antigo Presidente da Republica até que poderia dar alguma consistência a uma versão posta a correr de que Manuel Figueira estaria supostamente por dentro de um movimento sedicioso contra o regime. Mas o seu modo de participar – lançando para “o ar”, através do Telejornal, o pedido de um medicamento para um doente em estado grave – é que já se afigurava fantasioso, pois sabe-se que, por essa altura, já eram extremamente rigorosas as instruções internas face a pedidos de medicamentos, que, só se concretizavam após uma série de confirmações a vários níveis, quer médicos, quer farmacêuticos.

menu de artigos

A meio dos anos 60, um novo genérico para o Telejornal

Hoje, um objecto de museu. Nos anos 60, um instrumento indispensável na Redacção do Telejornal - era o "telex" que, dia e noite, "matraqueava" serviços das agências noticiosas


36 Citado por Óscar Mascarenhas, “Viagens ao Interior da RTP” - Diário de Notícias, 26.7.1984.

37 “A Idade da Inocência”, de Maria José Mauperrin, Expresso-Revista, 20.7.1996.


diminuir letra aumentar letra Imprimir Enviar

< anterior | próxima >

Footer